Bate perna em Rye, Sussex

Olás, tudo bem por ai?

espero que sim. Por aqui, seguimos com a variante Omicron. #atéquandoSenhor?! Conversando com minhas amigas essa semana me lembrei que comecei esse post e não terminei. Então…

Lá em agosto, num feriado qualquer, juntei meus anjos (elas são o meu melhor presente de 2021!), pegamos o carro e saímos. Fomos conhecer uma cidadezinha próxima à Londres: Rye.

Rye é uma cidadezinha medieval em sussex, há pouco mais de duas horas (de carro) de Londres. Rye em saxônico, significa ilha. A cidade foi fundada entre tres rios. Entendeu o nome?! Ela era originalmente um porto, mas foi se desenvolvendo e, em 1289 foi promovida à cidade. Pagando taxas e tudos mais. hahahah a cidade aparentemente tem menos de 10mil habitantes. É uma gracinha de ver!

A cidade foi se desenvolvendo mas manteve o visual original. a parte “velha” pelo menos. Não nos demos o trabalho de conhecer a parte moderna. O charme fica nas casinhas históricas nas ruas de pedra!

Tipo essas…

Juro, quase dá vontade de morar lá. Um dia quem sabe?! hahahaah Imagina, uma cidadezinha com menos de 10 mil habitantes. Talvez quando estiver aposentada, talvez menos elétrica querendo desbravar o mundo… quem sabe?! Por enquanto me contento com visitá-la apenas.

Perambulamos pelas ruazinhas, conversando, tirando foto e nos apaixonando por cada cantinho, pelo ritmo desacelerado da cidade.

A cada casinha a gente falava: essa é minha! hahahaah

E, obviamente visitamos o jardim/cemitério da principal igreja da cidade. Que coisa mais linda essa igreja!

Almoçamos no café mais antigo da cidade…

E depois, demos um pulinho numa praia ali perto, chamada Camber Sands. Só pra checar mesmo, para o próximo verão. E conversar e rir mais. Beeeeem mais! Como eu amo a cia delas!!!

E molhar os pés numa agua fria, mas não congelante…

E assim, foi nosso feriado em Agosto. Uma day trip so com minhas amigas que tanto admiro.

Sonhava há tempos em poder fazer isso. Em pegar o carro e sair (mas tinha medo de dirigir), em poder sair pra passear (mas estávamos em lockdown), em ter uma dia com amigas (mas estava sozinha. Muitas voltaram para seus cantos, ou se mudaram, ou estão em outro fase de suas vidas, ou não tinham interesse…). Feliz que finalmente aconteceu. Que conheci mulheres de almas lindas e fortes. Mulheres inspiradoras que tenho orgulho de dizer que tenho como amigas.

E que venham mais day trip com elas!!!

Beijinhos,

Cibele

Fim de semana em York

Olás #quarenteners!

tudo certo por ai? Por aqui, tudo certo, vida aos poucos voltando ao normal. Seja lá qual for o novo normal. Bora falar da viagem de fim de semana, pra York? Para comemorar meu aniversário?

A primeira vez que eu visitei York, foi no Natal de 201… não lembro. Mas foi meio que por acaso, voltando da Escócia. Paramos na cidade com a intenção de jantar e dormir por lá, pra seguir viagem no dia seguinte. Mas não tivemos sorte. Primeiro porque, sendo Natal, estava tudo esgotado – ou absurdamente caro! – segundo porque, com as chuvas fortes dos dias anteriores, a cidade estava já semi alagada. O rio que “corta” a cidade transborda com frequência e numa velocidade assustadora. Enfim, jantamos em York e saímos em busca de outro lugar pra dormir. Na manhã seguinte, em outra cidade, vimos no noticiário, o restaurante onde jantamos, com água já cobrindo as cadeiras! Mas mesmo assim, achei a cidade muito lindinha e cismei que queria voltar, de preferência, outra época do ano. 🤞🏼

Continuar lendo